segunda-feira, agosto 01, 2005

Era uma vez ....

Era uma vez um mundo de palavras ditas e escritas somente para ti, onde os cavalos alados falavam com unicórnios. Eu corria a seu encontro, no sonho tinha todo fôlego que me falta para apenas andar.

Dizia palavras lindas outras feias mas você gostava de todas elas.

Era uma vez, uma menina que chorava de sono, lutava contra o inevitável e se entregava nocauteada aos braços de morfeu. Os anos se passaram e ela continuou assim lutando contra o sono. Hoje ela tem um amor que a acalenta no colo, fazendo seu sono chegar tranqüilamente. Esse amor cuida de longe, de perto, na esquina ao lado. E quando essa menina perde seu trabalho esse amor esta ali bem do lado dizendo: “se acalma, deita e chora depois recomeça”

Assim ela o faz... essa menina chorona, Maria bobinha, Maria balinha.

Essa menina tem muita sorte de ter um grande amor.

2 comentários:

... disse...

Maria bobinha não, Maria Bebê. Maria lindinha.
Anjo, era uma um punhado se sonhos que, num estralo no meio da noite, fez-se realidade.
Era uma vez um coração leve e alegre agradecido pelo resto da vida por tal amor real...
Amo você.

Felicitaty disse...

Maria bobinha não?! Ah... mas eu sou! Que puxa viu,,,,
Gostei do : Maria Bebê. Maria lindinha. Eu sou?
Agradecido? Mas quem agradece a preferência, o convite para assistir um filminho e o beijo tão gostoso, que eu não tive coragem de tomar a iniciativa.... sou eu... euzinha da silva xavier!
Amo você tanto! Obrigada por esses mais de pares unidos de dias,, meu doce e inesquecível amor.
Amo você e adorei seu comentário. Volte sempre...