sexta-feira, maio 13, 2011

pra você eu guardei...

A costela está melhor, enfim o osso se uniu ao outro, roto, pude respirar meses depois. o braço, voltou a funcionar, com menos força e sempre quando vai esfriar me lembro de você., mesmo não querendo. Disse ela levando as mãos nas costas. O que era? Mais um sonho? Ou o passado cobrando-lhe lembranças que deveriam ser apagadas? De súbito acordou. Ainda era de madrugada, revirou na cama e adormeceu novamente...

4 comentários:

Larissa Abritta disse...

Oiflor..mto legal seu blog ...
to seguindo ta ..
bjokasss

quem é Tati ? disse...

me seguindo? que honra! valeu!

ju mancin disse...

vim retribuir à visita. gostei muito daqui. volte sempre para um café e um cigarro, ou um bom bate-papo.

Mundo da Lili disse...

Que lindo!!